sexta-feira, 20 de março de 2009

Insistência

Se não há a quem amar,
não há razão pro amor.

 

Mas eu continuo amando.

 

Se não há a quem odiar,

não há razão pro ódio.

 

Mas eu continuo odiando.

 

Se não há quem leia,

não há razão para escrever.

 

Mas eu continuo escrevendo.

 

Se não há quem ouça,

não há razão para falar.

 

Mas eu continuo falando.

 

Se não há quem ajude,

não há razão para pedir.

 

Mas eu continuo pedindo.

 

Se não há quem goste,

não há razão para o ser.

 

Mas eu continuo existindo.

 

Se não há quem aplauda,

não há razão para o espetáculo.

 

Mas o show, esse tem que continuar.

4 comentários:

  1. amor eu amei.. vc eh uma mente fertil issu sim!!!

    ResponderExcluir
  2. sempre vai ter alguém,ex. sempre.
    o texto tá lindo, profundo e reflexivo,maravilhoso! amei *-*

    ResponderExcluir
  3. Sempre vai ter alguém, sempre!
    Eu adorei o texto, me fez lembrar de uma música linda: "Faz parte do meu show- Cazuza". É linda, assim como o seu texto.
    Se não a conheçe escute-a, acho que vai gostar!
    :D

    ResponderExcluir
  4. O texto está mesmo muito bonito e criativo, que mente explosiva xD O show tem que continuar, Mathues!

    ResponderExcluir