sexta-feira, 17 de abril de 2009

Exclamações e Cambalhotas ao Ar Livre

Cobiça, pose, vaidade.
Inveja, pura maldade.
Diamantes que não são de verdade.
A experiência mentindo a idade.

As piruetas de uma dança,
Amor, sorriso, confiança.
Esqueça o mundo e vire criança!
Esqueça o mundo e vire criança!

Mente, corpo, descansar.
Encher os pulmões com mais puro ar.
Lance a linha para o mar
Quanto amor você consegue pegar?

As piruetas de uma dança,
Amor, sorriso, confiança.
Esqueça o mundo e vire criança!
Esqueça o mundo e vire criança!

Cobiça, pose, vaidade.
Inveja, pura maldade.
Diamantes que não são de verdade.
A vida com os prazos de validade.

Sinta o movimento!
Sua roupa contra o vento!
A liberdade do momento!


As piruetas de uma dança,
Amor, sorriso, confiança.
Esqueça o mundo e vire criança!
Esqueça o mundo e vire criança!

2 comentários:

  1. virar criança? prefiro SER criança: sabe ver a felicidade nas pequenas coisas e nunca nunca está triste xD
    brincar é a melhor coisa que há.

    ser adulta e criança ao mesmo tempo foi a melhor alegria que descobri. xD

    o texto está magnifíco ex, verdadeiro e alegre (milagre)

    parabéns, como sempre!

    ResponderExcluir
  2. Uou, agora está na hora de aprofundar seu estilo e "técnica". Percebi que você gosta muito de repetir uma certa frase, meio que um refrão, que gosta de rima, que tal prestar atenção nas sílabas poéticas? Vai deixar o poema bem "cantado", e eles já tem bastante ritmo. Provavelmente você já pensou nisso, só uma sugestão.

    ResponderExcluir