segunda-feira, 11 de maio de 2009

Um pequeno auto-retrato pintado à mão e às pressas.

Ele acha que é poeta,
Mas ele não sabe rimar.
Ele gosta de romance,
Mas não sabe como amar.
Ele morre de medo
De quem ele possa ser.
Ele não tem noção
Do que possa parecer.

Ele só quer ser feliz.

2 comentários:

  1. Mais uma penca de elogios que você já deve até ter se acostumado, mas são todos válidos porque seus poemas estão muito bons mesmo!

    ResponderExcluir
  2. É bom ver poetas na blogosfera. Eu também faço poesia, e me deixa contente ver uns guris poetizando :)

    ResponderExcluir