sábado, 14 de novembro de 2009

Deus não vê cores

Preto com o fundo branco.
Branco com o fundo preto.

O branco é vazio.
O preto é pesado.
O branco desespera.
O preto sufoca.

Não há diferença.
São todos iguais.

O preto destaca o branco.
O branco destaca o preto.

O branco é simples.
O preto é rústico.
O branco luxuoso.
O preto é elegante.

Não há diferença,
São todos iguais.

Não há diferença,
São todos iguais.

Preto, branco, amarelo e vermelho.

Não há diferença,
São todos iguais.

4 comentários:

  1. Hmm, estamos tendendo ao simplista então? Chiaroscuro me fascina.

    ResponderExcluir
  2. Você leu o meu último post? Está parecendo...

    Simples e bonito. Mais uma vez gostei de seus versos.

    ResponderExcluir
  3. "Quem vê cor, não vê coração!" Lindo texto.

    ResponderExcluir