terça-feira, 11 de maio de 2010

Nuvem


O vento brinca com as nunvens.
As formas variam.
É lindo, é mágico.
É trágico.

Elas não controlam seu destino.
Não controlam seu destino.

A vida brinca com as nuvens.
Elas vão e vêm num sopro.
É bonito para quem olha.
Para quem está por fora.

Elas não controlam seu destino.
Não controlam seu destino.

A vida maltrata as nuvens.
O clima fica pesado.
As tempestades se aproximam.
E as nuvens choram.

Elas não controlam seu destino.
Não controlam seu destino.

Quem dera não fossemos nuvens.
E tivéssemos liberdade.
Quem dera não fossemos nuvens.
E vivessemos de verdade.

Elas não controlam seu destino.
Não controlam seu destino.

3 comentários:

  1. Queria não ter entendido esse :~ metáforas brilhantes

    ResponderExcluir
  2. Só porque fica estranho não ter um comentário meu. Mas não, não gostei. q
    Queria não ter entendido esse :~ [2]metáforas brilhantes[3]

    ResponderExcluir