quinta-feira, 29 de julho de 2010

Cinzas


Se eu soubesse lidar.
Ah! Só se eu soubesse lidar.
Mas eu não sei, eu não sei.
Não sei não descuidar.

Nunca falei que eu faria bem
Mas me sinto culpado.
Eu não estaria melhor sem,
Mas olhar pro passado.

Me desculpe por te fazer chorar
Por não fazer as coisas direito.
Me perdoe por te negligenciar
Por não cuidar do meu próprio defeito.

É um lamento curto, sem enrolações.
Mas eu imploro, pelos nossos corações
Não me trate mal, não me leve a mal.
Não me leve a mal.

Me desculpe por te fazer chorar,
Por não fazer as coisas direito.
Brincar com fogo é pra se queimar,
E saber destruir é meu maior defeito.

Ah! Só se eu soubesse lidar.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Então, entenda


Não importa o que aconteça,
E por mais impossível que pareça,
Estou contigo até o fim.

Por mais que você se esqueça,
Para qualquer problema que apareça.
Estou contigo até o fim.

Posso não ser o cara ideal
Ser covarde, medroso e infantil,
Posso ter um comportamento irreal,
Não ter ânimo, ter a mente febril.

Mas não importa o que aconteça,
E por mais impossível que pareça,
Estou contigo até o fim.

Por mais que você se esqueça,
Para qualquer problema que apareça,
Estou contigo até o fim.

Na saúde, na doença,
Na riqueza, na pobreza,
No fogo e na dor,
Estou contigo até o fim.

Por mais que você se esqueça,
Para qualquer problema que apareça,
Garota, estou contigo até o fim.